• Carol Neris

Ranço de ligação



Pouca coisa na me desperta um ranço tão instintivo quanto ouvir o telefone residencial tocar. É automático. Me sinto invadida, perturbada. A gente é tão solicitada o tempo todo, online e off-line, que quando chego em casa a última coisa que quero é atender ligação. Sem falar que em 97,8% dos casos é uma máquina ou alguém querendo empurrar um cartão.

Ligação de namorado no fim da noite ou ouvir a voz de uma amiga que mora distante do outro lado do telefone são coisas deliciosas da vida. E são os únicos momentos em que eu consigo listar uma ligação como uma coisa legal. No mais, para mim, atender telefone é burocracia.


Eu sei que em alguns momentos é necessário ligar, algumas respostas não podem esperar os dois tracinhos ficarem azuis (sem falar nos facínoras digitais que ocultam a notificação). Ok. Tudo bem ligar, eu atendo nesses casos. Na minha profissão também preciso ligar para as pessoas, sorry! O que eu não entendo é quem liga por prazer. Quem se recusa a mandar uma mensagem de texto ou áudio. PRECISA ser uma ligação. Senhor!


Tenho uma suspeita do motivo das ligações me incomodarem: a atenção. Exige presença, atenção, foco. Por isso, me derrete o coração quando alguém pergunta “pode falar agora?”, o que eu escuto é “pode me dar atenção agora?”. Nosso dia a dia é uma guerra pela atenção, pela disponibilidade. Nas redes sociais a gente decide quanto tempo vai dedicar, que horas vai responder, visualizar. Na ligação, não! É agora.


Atender ligação é prova de amor. É dizer: “eu tenho um tempo pra você agora”. Posso parar tudo o que eu tô fazendo pra te ouvir”. Por isso, ligações são tão importantes. Não queimem meu tempo de vida oferecendo cartões ou ligando pra falar de assuntos que podem ser tratados por e-mail.


Ligação é pra desejar feliz aniversário, dizer que ama, ouvir uma boa gargalhada do outro lado ou para assuntos de fato URGENTES. É tempo de vida em alto estado de atenção. Quando for assim, me liguem. Em todas as outras ocasiões podem mandar whatsapp, até mesmo áudio de 3 min. Eu escuto.

3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo